14 de julho de 2015

Eu estava parado

Eu estava parado. Olhando. Faz tanto tempo que não paro e apenas olho, para ela lá em cima na sua forma mais tímida. Na verdade, é a primeira vez em meses que volto a contemplar o céu como ele merece. E porque eu havia parado mesmo? Ah lembrei! Problemas como sempre.

Quem não tem problemas? Em casa, no trabalho, na escola, tem gente que tem problemas até no ônibus, tem gente com grandes problemas neste exato momento no hospital, parte dessas pessoas nem sabem se voltarão para casa ou se partirão dali para melhor, e irão para o inferno... ou para o céu.

E então estarão longe demais ou demasiadamente perto dela lá em cima. Nem todos esses problemas juntos me impediriam de olhar para cima, um ângulo de sessenta graus já seria o suficiente. Então não! Não foram os problemas que me afastaram dela. Mas o que eu estava esperando? Um chamado? Seu brilho já é mais que o suficiente!

Ela tão perto e tão longe em mesmo estante. Perto de nossas cabeças, longe de nossas mãos. Mas que mania de querer tocar o que é belo. Não basta admirar? Não pus o "só" porque admirar nunca foi tiquinho. Penso eu que não há emoção maior que saber de todas as faces, todas as manias e brilhos, todos os instantes distintos e conjuntos que fazem ser o que ela é. Espere! Do que eu estava falando mesmo?

Ah! Eu estava parado..

Obrigada pela visita e não esqueça de comentar, clicar em seguir ali do lado e voltar sempre!

2 comentários:

Dê-me motivos para ficar feliz ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo